De acordo com um levantamento do epidemiologista Wanderson de Oliveira, o imunizante previne até 97% das mortes de pessoas infectadas.

De acordo com um levantamento do epidemiologista Wanderson de Oliveira, ex-secretário Nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e atual secretário de Serviços Integrados de Saúde do STF, a Coronavac é a vacina que mais protege contra casos graves da Covid19.

O estudo mostra que o imunizante previne até 97% das mortes de pessoas infectadas. Os números foram levantados por meio do sistema OpenDataSus, do Ministério da Saúde.

O levantamento também analisou as taxas de eficácia contra casos graves das vacinas da Astrazeneca (90%), Pfizer (80%), Janssen (85%) e Sputnik V (85%).

A vacina está cumprindo o papel dela: evitar a gravidade de casos críticos. Baseado nesses dados, nas informações do sistema oficial do Ministério da Saúde, a vacina se prova mais uma vez eficaz”, disse Wanderson ao UOL.

Por O Antagonista