Os melhores surfistas do mundo já estão em Sidney, treinando nas ondas de North Narrabeen para a segunda etapa da “perna australiana” do World Surf League Championship Tour 2021. Os brasileiros dominaram a primeira encerrada no sábado, com o potiguar Ítalo Ferreira ganhando a final do Rip Curl Newcastle Cup, com Gabriel Medina que valia a liderança do ranking e Filipe Toledo ficando em 3º lugar nas semifinais. O prazo do Rip Curl Narrabeen Classic apresentado pela Corona começa na sexta-feira e já estão definidos os confrontos da primeira fase das duas categorias. A chamada do primeiro dia ainda não foi anunciada, mas se for marcada para as 8h da sexta-feira na Austrália, serão 18h desta quinta-feira (15) no Brasil.

O potiguar Ítalo Ferreira enfrentará dois australianos em sua primeira defesa da liderança do ranking na sexta bateria, Morgan Cibilic que foi a grande surpresa nas ondas de Newcastle e um dos convidados desta etapa, Mick Fanning. O tricampeão mundial encerrou sua carreira em 2018, na final do Rip Curl Pro Bells Beach disputada com Ítalo. E se despediu com derrota, vendo o brasileiro festejar sua primeira vitória da carreira no CT.

O agora campeão mundial volta a competir com a lycra amarela de número 1 da World Surf League contra duas gerações do surfe australiano em Sidney, um já aposentado e um estreante na elite do CT, Morgan Cibilic. Em Newcastle, Cibilic fez grandes apresentações e barrou o ex-líder do ranking, John John Florence, só parando nas semifinais, quando Gabriel Medina voou em um aéreo fantástico que valeu a maior nota – 9,70 – do CT 2021.

Medina estreia na bateria anterior, junto com outro surfista do Rio Grande Norte na divisão principal da World Surf League, Jadson André. Os dois vão disputar duas vagas diretas para a terceira fase com mais um convidado do Rip Curl Narrabeen Classic, Dylan Moffat. Esta será a segunda participação dupla do Brasil em Sidney. A primeira acontece na terceira bateria, com Filipe Toledo e Adriano de Souza enfrentando outro australiano, Mikey Wright.

Assim como em Newcastle, a primeira fase desta terceira etapa do World Surf League Championship Tour 2021 começa e termina com brasileiros nas baterias. O catarinense Yago Dora está na primeira com o japonês Kanoa Igarashi e o australiano Connor O´Leary. Na segunda, tem o paulista da Praia Grande, Alex Ribeiro, com o bicampeão mundial John John Florence e o português Frederico Morais. E a terceira é a do Filipe e Mineirinho.

Os outros brasileiros irão competir depois dos dois últimos campeões mundiais, Gabriel Medina (2018) e Ítalo Ferreira fazerem sua primeira apresentação em Narrabeen. Nesta rodada inicial, os dois melhores de cada uma das 12 baterias avançam direto para a terceira fase. Mas, os últimos colocados têm outra chance de classificação na repescagem.

Peterson Crisanto está na sétima bateria com o francês Jeremy Flores e o australiano Ethan Ewing, entrando logo após a estreia do Ítalo Ferreira.

Por TRIBUNA DO NORTE