O domingo de Páscoa será especial para o padre Fábio de Melo. No próximo dia 4, além do “dia da ressurreição de Jesus”, ele também celebrará seus 50 anos e fará uma missa de sétimo dia da morte de sua mãe, Ana Maria. A mãe do religioso morreu no sábado (27), vítima da covid-19. Ela estava internada desde o último dia 15, em um hospital particular de Uberlândia (MG), e não resistiu às complicações da doença causada pelo novo coronavírus.

Em publicação no Instagram, Fábio publicou uma foto de Ana Maria para fazer o convite aos seus seguidores: Domingo, dia da Ressurreição de Jesus, eu terei três motivos para celebrar com vocês. A Páscoa, o sétimo dia de minha mãe e o meu aniversário. Nossa missa acontecerá como nos velhos tempos. Quero que vocês tragam seus motivos, suas mãos simbólicas, suas saudades doídas.

Fábio também aproveitou a publicação para homenagear a mãe. “Reparem nas mãos desta mulher. Percebam as manchas, as rugas, os bordados do tempo. São estas mãos que me tornaram possível. Noites e noites de lida, feitos, gestos que retiraram o amor da condição de platônico, tornando-o mistério encarnado. Estas mãos fizeram o mesmo por meus irmãos, familiares e amigos. Dona Ana viveu cuidando”, disse. “Conheço bem a teoria do luto que preciso viver. A dor é proporcional ao amor amado. E ele foi imenso. Mas há em mim um alento. As mãos que me ensinaram a andar também me ensinarão a seguir amparado por elas, mas de outro modo. Agradeço do fundo do meu coração as inúmeras manifestações de amor e carinho. É humanamente impossível responder a todos”, completou. A mãe do padre Fábio de Melo chegou tomar a primeira dose da vacina contra a covid-19 no dia 4 de março, mas segundo relato do filho, ela havia sido infectada dias antes.

Do UOL, em São Paulo.